Berços Vazios - Luiz Gonzaga Pinheiro

Berços Vazios - Luiz Gonzaga Pinheiro

6 10 99
Berços Vazios - Luiz Gonzaga Pinheiro 10 6 99
Resenha: Em Berços Vazios temos mais uma inestimável obra do doutrinador espírita Luiz Gonzaga Pinheiro, cujo tema central é o aborto na visão do espiritismo.

A história real se passa durante os trabalhos de desobsessão coordenados pelo autor no Centro Espírita Grão de Mostarda, cuja equipe espiritual é liderada pelo Dr. Bezerra de Menezes e o Cacique Tibiriçá.

Conheceremos o drama do casal Laurindo e Eveline, da filha Laura e de incontáveis irmãos desencarnados vivendo em situação de penúria espiritual devido envolvimento com práticas abortivas.

Numa encarnação pregressa, no ano de 1893, Eveline fôra um médico aborteiro, Laurindo era sua auxiliar e Laura foi um vampiro desencarnado. Na presente encarnação, essa família passa a ser perseguida por uma falange de abortados que se uniu a justiceiros para levá-los à morte, a despeito de Laurindo ser agora espírita, doutrinador e grande incentivador da valorização da vida, promovendo palestras contra o aborto em escolas, empresas, associações de bairros e em qualquer lugar que seja convidado.

Durante toda a narrativa, nos deparamos com depoimentos fortíssimos tanto de desencarnados quanto dos médiuns em desdobramento, ilustrando assim o quão grave é a prática do aborto perante as Leis Divinas. Considerando que existe atualmente um forte movimento de parte da sociedade por sua legalização, este livro torna-se leitura obrigatória aos espíritas que desejam se posicionar frente a essas perigosas mudanças.

Com o auxílio do benemérito Doutor Bezerra, a equipe espiritual e encarnada logra êxito na libertação da família de Laurindo e dos irmãos desencarnados em profundo sofrimento.

Considero os trabalhos de desobsessão um dos pontos mais lindos do espiritismo, pois tantos as mesas kardecistas quanto os transportes umbandistas nos trazem profundos conhecimentos acerca da vida espiritual e nos prova o imenso amor de Jesus para com todos os seus filhos.

Já adianto que não se trata de um livro de fácil leitura. Precisei interrompê-lo por diversas vezes não só para refletir, mas também para tomar fôlego, pois a narrativa é de um realismo impressionante e contundente.

O livro está disponível para compra no site da editora EME.

Ficha Técnica:
Autor: Luiz Carlos Pinheiro
Páginas: 264
Categoria: estudo romanceado

Trechos:
Estamos no antigo local dos assassinatos. Doutor Bezerra extraiu as cenas do próprio ambiente para que tomássemos conhecimento do drama que agora fazemos parte na condição de trabalhadores. A doutora Klébia vai assumir a minha voz.
- Este fato ocorreu no ano de 1893, na cidade do Rio de Janeiro e o casal que procuramos auxiliar, médico e atendente, faz parte do quadro de funcionários públicos do Estado. O médico é a atual esposa de Laurindo e ele a sua antiga assistente. (...) Sua filha, espírito que à época estava desencarnado na condição de vampiro que se alimentava com o sangue dos abortados, também está no centro da batalha. (...)
- Vejo crianças mutiladas. É um quadro aterrador. Sei que as imagens são virtuais, pois não ocorreram agora, mas vejo-as nítidas, móveis, ensanguentadas, retratando as condições dos espíritos que passaram por esses crimes. Embora a doutora diga que são imagens emitidas pelas mentes enlouquecidas das vítimas, vejo crianças já formadas, com órgãos decepados e sinto uma repugnância horrível diante dos quadros.
De repente, quando a médium se aproximou para ver de perto uma das crianças, ela abriu os dois olhos esbugalhados fazendo-a recuar e dar um grande salto na cadeira. De imediato, o espírito que vitalizava a imagem, e que os olhos cuidadosos de outra vidente identificavam como uma sombra presa ao corpo mutilado, assumiu a voz da médium:
- Odeio! Odeio! Não pode fazer isso comigo miserável! Não me corte! Não faça isso comigo!
-Sei que está precisando de ajuda e ela chegou.
-Preciso viver! Preciso! Essa faca está me cortando!
- Você vai viver! Uma nova mãe lhe espera. Durma!
- O sangue! O sangue! Não me corte! Minha mãe! Por que fez isso? Te odeio!

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

 
BLOG DO LIVRO ESPÍRITA © 2015 | Todos os direitos reservados | Design By Duy Templates
Top