Encantos de Umbanda - Norberto Peixoto e Pai Juvêncio

Encantos de Umbanda - Norberto Peixoto e Pai Juvêncio

6 10 99
Encantos de Umbanda - Norberto Peixoto e Pai Juvêncio 10 6 99
Lançamento da Livraria do Triângulo, Encantos de Umbanda foi escrito pelo sacerdote umbandista Norberto Peixoto, orientado pelo espírito Pai Juvêncio da Bahia.

O autor é dirigente do Templo de Umbanda Triângulo da Fraternidade , antiga Choupana do Caboclo Pery e é o atual médium do espírito Ramatis. Já Pai Juvêncio apresenta-se como preto-velho e está ligado ao Catimbó, pois nos conta que foi mestre juremeiro em uma encarnação vivida na Bahia.

Trata-se de um livro muito importante aos irmãos da seara umbandista, pois aborda diversos temas usuais no dia a dia de um terreiro, tais como: a construção da doutrina umbandista, seus símbolos e significados; o modo de ser umbandista; o encantamento das folhas e a fitoterapia; mediunidade, magia de pemba, assentamentos vibratórios, a ambiguidade de Exu, o poder da oração, a magia dos pontos cantados e das cachimbadas e fumaçadas, entre outros.

O livro é inteiro muito bom, mas quero destacar alguns trechos:

1.  Na página 36, por exemplo, nos é revelado que muitos dos escravos africanos e indígenas foram ferrenhos inquisidores em outras encarnações
Como nada na Lei Divina acontece por injustiça, ferrenhos inquisidores encarnaram como africanos e indígenas, e acabaram sofrendo aquilo que fizeram os outros sofrerem ao afastarem-se da vivência no amor ao próximo que o Evangelho ensina.

2. Na página 83 encontramos importantes alertas a todos os médiuns, de terreiro ou não.
Há de se considerar que o médium, umbandista ou não, depende diretamente para a consecução positiva de sua programação mediúnica do apoio dos bons espíritos, que estão programados a lhe assistirem na presente encarnação. O médium, por si só, é um incapaz no vasto campo do mediunismo, é um espírito caído que recebeu o beneplácido misericordioso do Alto (...) O que fará a diferença, para o bem ou para o mal, é o caráter do médium.

3. Na página 92  Pai Juvêncio responde perguntas referentes a prática da Jurema Sagrada, esclarecendo porque os cachimbos de angico são fumados ao contrário
Precisamente, o braseiro do cachimbo tem função importante neste processo magístico, da eterização do prana das folhas secas, das ervas, que são utilizadas com o fumo. A entidade espiritual acoplada ao médium assopra o fornilho ao  contrário (...) e no direcionamento do sopro para certas partes do corpo físico e, consequentemente, do duplo etéreo, vão sendo deslocados todo e qualquer tipo de morbo, tecidos pútridos, entidades oportunistas são desligadas e socorridas, campos de força de magias negativas são desintegrados.
 4. E ao final do livro, temos 5 casos verídicos ocorridos com médiuns e consulentes.

Para conhecer o índice completo desta obra, clique aqui. Aproveite também para ouvir a mensagem de Pai Norberto sobre o lançamento de Encantos de Umbanda!



A Livraria do Triângulo lançou mais três livros dedicados ao estudo doutrinário umbandista. Para adquirir estas obras, acesse :http://livrariadotriangulo.com/

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

 
BLOG DO LIVRO ESPÍRITA © 2015 | Todos os direitos reservados | Design By Duy Templates
Top