sábado, 7 de setembro de 2013

Aos Pés do Preto-Velho - Norberto Peixoto

Resumo: Aos Pés do Preto-Velho é uma das mais recentes obras do médium Norberto Peixoto, inspirada pelos espíritos Ramatis e Pai Tomé. O livro é dividido em três partes, sendo a primeira de perguntas e respostas - estilo adotado na maior parte dos livros de Ramatis, desde a época de seu primeiro médium Hercílio Maes.

A primeira parte do livro aborda os seguintes temas dentro da Umbanda: sectarismo religioso, mitologia dos Orixás, uso de atabaques e pontos cantados, raspagem de cabeça, oferendas com comidas e bebidas e áreas cerebrais envolvidas na mediunidade.

Existe um capítulo dedicado à Transição Planetária, onde Ramatis informa que seres intergaláticos também estão auxiliando a Terra nesta fase de mudança para de planeta de expiação para planeta de regeneração.
PERGUNTA - Hoje existem muitos canalizadores que falam e escrevem diariamente nos meios midiáticos sobre o resgate da humanidade por seres extraterrestres que fazem parte de uma espécie de Confederação Intergalática. Afinal, todo esse "deslumbramento" é procedente? Realmente seremos salvos?
RAMATIS - Sim, é verdade, existe um cinturão de proteção formado por plataformas etereoastrais que servem de ancoragem às naves espaciais. Essas "vimanas" são formadas igualmente de matéria etereoastral que vossos atuais instrumentos científicos não detectam. Do lado de cá não existe nenhum deslumbramento quanto aos resgates e transmigrações de um orbe a outro, o que é feito há milênios nos planos suprafísicos -ações sempre baseadas nas leis cósmicas de equanimidade evolutiva, que apregoam que os espíritos devem evoluir sendo responsáveis pelos seus próprios carmas, esteja em que parte for do Universo, pela compaixão e amor do Criador. (Pgs 64 e 65)
Na segunda parte do livro, encontramos algumas histórias ocorridas durante giras de Umbanda e que foram publicadas no blog Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade. São textos de autoria dos médiuns Adriano Appel e Lizete Iria

Na terceira e última parte, denominada Vivência templária e mediúnica na Umbanda com Jesus, Pai Valdo, do Templo Espiritualista do Cruzeiro do Sul, descreve um pouco de sua vivência como sacerdote de Umbanda. O texto é lindo! Segue um trecho:
Caminhar como espírita umbandista é amar e respeitar todas as criaturas, como irmãos que perseguem a mesma meta - chegar a Deus. (...)
Para ser um verdadeiro membro da corrente astral de Umbanda, o irmão deve estar disposto a esse trabalho espiritual sobre si mesmo; conhecer o Evangelho de Jesus e os ensinamentos doutrinários; buscar viver na sua vida familiar, profissional e social as três mensagens trazidas pelo triângulo das formas assumidas pelos amigos espirituais trabalhadores na Umbanda: os caboclos com sua mensagem de fortaleza e simplicidade; os pretos velhos com sua mensagem de sabedoria e humildade; e as crianças com sua mensagem de pureza de coração e alegria de viver" (Pgs 123 e 124)
Comentário: Eu gosto muito das obras de Ramatis. Li todos os seus livros e me identifico com sua visão universalista. Sei que seus livros não são muito bem aceitos no meio kardecista ortodoxo, onde ele é considerado por muitos como um "pseudo-sábio" Pois para mim, Ramatis acrescentou e continua acrescentado muitas informações relevantes, algumas delas ditadas nos anos 50 e 60 e que hoje são comprovadas tanto pela ciência - por exemplo, a verticalização do eixo da Terra - bem como por outras obras mediúnicas. Ramatis já escrevia sobre a Transição Planetária quando quase nenhuma obra espírita ainda abordava este tema.

Desde que passou a escrever através de Norbeto Peixoto, Ramatis tem se focado mais na Umbanda. Em Aos Pés do Preto-Velho, vem acompanhado de Pai Tomé que é quem responde a maioria das perguntas constantes nessa obra. Só fiquei surpresa com a ideia de resgates em naves espaciais quando começarem os cataclismas decorrentes da alterações climáticas da grande transição que está por vir.

Independente da religião professada, é raro quem não se curve frente à ternura de um preto-velho. Adorei as almas! Salve Pai Tomé!
Esses espíritos preparados, amadurecidos no tempo e no espaço aos longo de centenas de milhares de encarnações, assumem a forma perispiritual de um pai velho negro, com o intuito de orientar e ensinar os reais valores da verdadeira vida. Sabedoria, simplicidade, humildade, caridade, evolução, seriedade, paciência, calma e ponderação. (Pg 15)
Sobre o blog: resenhas e indicações de livros espíritas (kardecismo e umbanda). Vídeos, mensagens e matérias de conteúdo espiritualista. © Todos os direitos reservados.
Sobre a autora: Juliana é médica, com especialização em psiquiatria. Estuda a Doutrina Espírita desde 1988 e a Umbanda desde 2008. Saiba mais clicando aqui

2 comentários:

  1. QEM UM PONTO QUE JÁ DIZ"QUEM CAMINHA COM VELHO NUNCA FICOU NO CAMINHO"

    ResponderExcluir
  2. Adorei o post. O nome Ramatis me é familiar, mas eu não sabia bem do que se tratava. Achei o assunto abordado muito interessante, parece ser uma leitura mais que edificante, um ótimo livro.
    Beijos.

    ResponderExcluir

Os comentários deste blog passam por um sistema de moderação. Não serão aprovados comentários que considerarmos preconceituosos e/ou ofensivos.

Se você não gosta do espiritismo ou não gostou de algum artigo deste blog, não precisa criticar. Busque um blog de acordo com sua preferência religiosa ou de pensamento.

Estamos todos a serviço de Deus e de Jesus!

Arquivo do blog

  ©Blog do Livro Espírita | Todos os direitos reservados | Template exclusivo Dicas Blogger